Cruzeiro cumpre missão, vence Volta Redonda e vai à 2ª fase da Copa do Brasil

Por Aécio Gonçalves 16/02/2017 - 10:00 hs

Missão cumprida. Com amplo domínio sobre o Volta Redonda, o Cruzeiro se classificou à segunda fase da Copa do Brasil ao vencer nesta quarta-feira por 2 a 1, no Estádio Raulino de Oliveira, em duelo único da primeira fase da competição. Conforme o novo regulamento do torneio, bastava à equipe celeste empatar fora de casa para avançar. No entanto, os comandados de Mano Menezes não quiseram atuar com essa “vantagem debaixo do braço”. A equipe criou muitas oportunidades durante os 90 minutos. Além dos gols de Alisson, aos 14min do primeiro tempo, e Robinho, aos 15min da etapa final, teve bola na trave de Rafael Sobis e grandes defesas do goleiro Douglas Borges. Nem o gol de Higor Leite para o Volta assustou o time mineiro, que produziu o suficiente para ampliar o bom resultado, mas acabou errando o alvo.


Garantido na segunda fase da Copa do Brasil, o Cruzeiro jogará no Mineirão contra o São Francisco do Pará, que eliminou o Botafogo da Paraíba com goleada de 3 a 0. A Confederação Brasileira de Futebol confirmará até esta sexta-feira a data do embate, que também será em partida única, com o empate levando a disputa para os pênaltis. Antes, a Raposa entrará em campo no sábado, às 16h30, diante da URT. O duelo no Zama Maciel, em Patos de Minas, valerá pela quarta rodada do Campeonato Mineiro.


Já a equipe principal do Volta Redonda sofreu seu primeiro revés como mandante depois de 10 meses . O time não era derrotado desde 10 de abril de 2016: 1 a 0 para o Fluminense, pelo Campeonato Carioca. Entre essa data e o duelo com o Cruzeiro, o Voltaço jogou 13 vezes em seu estádio, com 10 vitórias e três empates. Vale ressaltar que a formação "B" do clube perdeu duas vezes no Raulino de Oliveira: 1 a 0 para o Bangu (24/08/2016) e 3 a 2 para o Itaboraí (21/09/2016), pela Copa Rio. Eliminado, o grupo do técnico Cairo Lima pegará o Flu no sábado, às 16h30, no Estádio Moça Bonita, pela Taça Guanabara (primeiro turno do Carioca).

O jogo

O técnico Mano Menezes repetiu a formação do time que fez boa apresentação no sábado passado e goleou o Tupi pelo Campeonato Mineiro (4 a 0). Diante do Volta Redonda, o Cruzeiro deu sequência ao estilo de jogo rápido e de muita troca de passes. Nos primeiros minutos, o clube celeste chegou a registrar mais de 65% de posse de bola. Em toda a etapa inicial foram 14 finalizações, sendo cinco em direção à meta de Douglas Borges. O único gol, porém, ocorreu aos 14min, quando Arrascaeta passou a bola entre os defensores do Voltaço e encontrou Alisson sozinho. O camisa 11 bateu rasteiro, na saída do goleiro, e balançou a rede pela primeira vez em 2017: 1 a 0.

Antes de abrir o placar, o Cruzeiro havia sofrido um susto com o zagueiro Leo, que perdeu a bola na defesa para Pipico. Por sorte, o cruzamento do atacante não foi bom e Caicedo fez o corte. No restante da primeira parte, a Raposa teve controle total da partida. E, a partir dos 35min, fez intensa blitz na defesa do Volta Redonda. Em nova assistência de Arrascaeta, Alisson chegou cara a cara com Douglas Borges, mas o toque por cobertura foi por cima. Aos 38min, foi a vez de Rafael Sobis testar as qualidades do goleiro adversário em chute forte da entrada da área. Aos 42min, Douglas apareceu bem novamente ao espalmar cabeçada à queima-roupa de Ariel Cabral. Quase nos acréscimos, Luan, zagueiro do Voltaço, tirou bola em cima da linha e evitou que Robinho ampliasse para o Cruzeiro.

Mano Menezes não efetuou nenhuma alteração no intervalo e o Cruzeiro voltou para o segundo tempo em cima do rival. Aos 14min, Robinho – que completou 500 jogos na carreira – ampliou a vantagem azul em finalização rasteira da meia-lua, após passe de Rafael Sobis: 2 a 0. O problema é que o camisa 19 levou uma pancada na coxa direita no momento em que concluiu o lance e pediu substituição. Rafinha entrou em seu lugar aos 18min. Quatro minutos depois da baixa no time mineiro, o Volta Redonda diminuiu o placar. Em chute forte de Marcelo, a bola tocou no travessão e sobrou limpa para Higor Lage fazer 2 a 1.

Foi só um susto. Tão logo sofreu o gol, o Cruzeiro deu a resposta. Aos 27min, Arrascaeta arrancou do meio-campo, passou por Henrique e entregou a bola limpa para Rafinha. Sem nenhum adversário na marcação, o camisa 70 se afobou e chutou em cima de Douglas Borges. Aos 28min, Rafael Sobis pegou sobra de escanteio, ajeitou para o pé direito e carimbou o poste esquerdo do Volta Redonda. Aos 34min, Mano Menezes colocou Lucas Silva em campo com o objetivo de melhorar o toque de bola. A entrada do camisa 16 deu tranquilidade à Raposa, que seguiu sem sofrimento e garantiu a merecida classificação à segunda fase.

VOLTA REDONDA 1X2 CRUZEIRO

VOLTA REDONDA
Douglas Borges; Henrique, Felipe, Luan e Cristiano; João Cleriston (Diogo, aos 27min do 2ºT), Marcelo e Diego Souza (Higor Leite, no intervalo); Luís Gustavo, Pipico (Octávio, no intervalo) e David Batista
Técnico: Cairo Lima

CRUZEIRO
Rafael; Ezequiel, Leo, Caicedo e Diogo Barbosa; Henrique, Ariel Cabral, Robinho (Rafinha, aos 18min do 2ºT) e Alisson (Elber, aos 29min do 2ºT); De Arrascaeta; Rafael Sobis (Lucas Silva, aos 34min do 2ºT)
Técnico: Mano Menezes

Gols: Higor Leite, aos 22min do 2ºT (VLR); Alisson, aos 14min do 1ºT. Robinho, aos 15min do 2ºT (CRU)
Cartões amarelos: Henrique, aos 18min, Luan, aos 47min do 1ºT (VLR); Henrique, aos 36min, Rafael Sobis, aos 44min do 1ºT. Alisson, aos 4min, Diogo Barbosa, aos 38min do 2ºT (CRU)
Motivo: primeira fase da Copa do Brasil
Local: Estádio Raulino de Oliveira
Data: quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani e Alex Ang Ribeiro (SP)